quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Os gatos dos cemitérios



Karl Bodmer, Wild Cat, Etching, c1870

Geralmente vamos num cemitério por razões bem tristes. E hoje fui ao Cemitério do Araçá por uma dessas razões: a morte da mãe de um amigo. Durante o trajeto, fui olhando os túmulos, sentindo o vento agitar as folhas das árvores. Alguns jazigos são monumentos enormes; outros, singelos e simples. Vi uns bem antigos, do século XIX, ou mais modernos, com a cara da arquitetura lisa e geométrica dos anos sessenta... O Cemitério do Araçá é um daqueles cemitérios clássicos, e poderia muito bem servir como cenário de boas histórias de fantasmas.

Mas nem tudo é morte, no Araçá. A quantidade de gatos que moram lá é uma coisa impressionante! Por todo lado, os bichanos surgem, gordos, bem tratados, felizes. Brincam entre os túmulos, sobem nas árvores, entram nas frestas escuras dos jazigos sem medo. Para eles, não existe saudade dos mortos, frustração, solidão, culpas que nós, humanos, carregamos na nossa consciência. São os verdadeiros donos do cemitério. Para eles, o cemitério significa a vida, não a morte.

E, quem sabe, seja este o melhor significado que um cemitério pode ter.

7 comentários:

The_Crow disse...

Giulia, querida amiga..., saudades de você.....
Se não sabes quem sou, aí vai minha identidade..., Sou Wilson..., aquele mesmo que está em teu Orkut, e que vc ajudou a conseguir o primeiro exemplar, cujo pedido havia extraviado na editora........
É um grande prazer encontrá-la aquí..., doravante virei visitá-la sempre que possível.....
Grande beijo em teu coração, querida amiga.......

Em tempo: Conheço bem o Cemitério do Araçá, pois trabalhava bem ao lado, e adorava passear por suas ruas, nos horários de folga..., é um cemitério que tem muita história, além de linda arte tumular.......

Luciana Fátima disse...

O cemitério do Araçá é tristemente lindo! Tenho várias fotos das estátuas de lá... elas são muito eloqüentes"! Mas é melhor mesmo ir "a passeio" e não em uma situação como a sua.


Darkisses,
LU

Giulia Moon disse...

The Crow, ou meu amigo Wilson, quanto tempo!!! Que bom que vou contar com a sua visita sempre. Sim, o cemitério é lindo, as histórias, não conheço muito. Depois vc precisa me contar sobre elas! Beigiunhos, querido.

Giulia Moon disse...

Lu, depois quero ver as fotos!
Beigiunhos!

Luciana Fátima disse...

Claro! Vamos marcar... no próximo encontro, prometo levar os álbuns com fotos de cemitérios que tenho!!!


Darkisses,
Lu

Editor disse...

Giulia,

Os gatinhos ainda ajudam a controlar as pragas que são os ratos, não deixando a sua população crescer.

Eu adoro gatos!

Giulia Moon disse...

Eu também, senhor editor!!!
Miau pra você!